Enclausurados

Zéu Britto

Compositor: João Eduardo Tatit / Zéu Britto

Te darei o necessário
Lhe darei férias compridas
Teremos alguma reserva
Para aturar as nossas vidas
Por favor, não diga não

Fique comigo trancada
Distante do mundo
Sedada de dengo

Fique comigo largada
No meio da sala
Me olhando insone
Não, não atenda o telefone

Criaremos nossos vícios
Criaremos nossas mágoas
Criaremos nossas neuras
e nossas raivas

Criaremos nossos dias
Criaremos nossa sorte
Criaremos nossa vida
e nossa morte

Só nós dois e o confronto
De não procurar saída
Só nós dois e a certeza
Das vontades permitidas
Por favor, não diga não

Fique comigo trancada
Distante do mundo
Sedada de dengo

Fique comigo largada
No meio da sala
Me olhando insone
Não, não atenda o telefone

Criaremos nossos vícios
Criaremos nossas mágoas
Criaremos nossas neuras
e nossas raivas

Criaremos nossos dias
Criaremos nossa sorte
Criaremos a nossa vida
e a nossa morte

Enclausurados, aaah...
Enclausurados, aaah...
Enclausurados, aaah...

©2003- 2018 lyrics.com.br · Aviso Legal · Política de Privacidade · Fale Conosco desenvolvido por Studio Sol Comunicação Digital